O que é H2H? (human to human)

No ambiente corporativo, utilizamos frequentemente as siglas B2B (business to business) e B2C (business to consumer).

Essa divisão não está errada, mas estão mudando de forma significativa.

Você já ouviu falar sobre H2H (human to human)?

Por trás de qualquer empresa, existem PESSOAS e essa realidade, na maioria das vezes, é deixada de lado.

Philip Kotler, conhecido como “O pai do Marketing”, vem anunciando há algum tempo, que as empresas precisam observar seus clientes não apenas como compradores, mas, também, como seres humanos, com coração, mente e espírito (independente de sua religião).

E isso faz total sentido!

Dessa forma, denominações como B2B e B2C perdem a força.

Vamos imaginar a relação B2B e pensar em uma empresa, onde os compradores (que são PESSOAS) compram de vendedores (que também são PESSOAS).

E na relação B2C esse processo se repete, praticamente da mesma forma.

Concordamos que as ferramentas são diferentes e os processos tendem a ser mais burocráticos em algumas situações. Entretanto, continuamos negociando com PESSOAS e não com máquinas.

A tecnologia ajudou e vem nos ajudando bastante no processo de vendas e relacionamento com os clientes.

Porém, lidamos atualmente com diversas MÁQUINAS e ROBÔS que se comunicam com os clientes de forma IDÊNTICA e PADRONIZADA, sem analisar, ao menos, o nicho e as peculiaridades que eles possuem.

Pense como um cliente, você acha isso interessante?

Esse é um exemplo simples, mas demonstra a falta de HUMANIZAÇÃO das empresas, perante os seus consumidores, sendo eles pessoas físicas ou jurídicas.

Guarde essa frase:
“Negócios são feitos entre pessoas.”

Falar palavras difíceis durante a apresentação de um produto ou negociação, por exemplo, não deixará seu produto ou processo mais sofisticado. Isso deixa o cliente mais confuso e sem entender nada.

Independente da relação, são pessoas falando com pessoas, ou seja, a comunicação precisa ser clara e objetiva. Apresentando soluções que estejam dentro de sua realidade.

NEGÓCIOS não possuem emoções, pessoas SIM.

As pessoas querem fazer parte do processo e entender o que está acontecendo.

Aproxime as pessoas de sua empresa, não as menospreze achando que elas são como robôs que basta dizer algumas palavras pré-estabelecidas e já está tudo resolvido.

PESSOAS são muito mais que isso!

Entenda e explique o complexo de forma simples e crie essa ligação com a humanidade.

Eu quero lhe ajudar nesse processo e para isso, separei TRÊS FORMAS para facilitar essa tratativa, vamos lá?

  • FORMA NÚMERO 1
    Possua um bom CRM que armazene os dados importantes sobre os clientes, como os últimos pedidos, atendimentos e informações que possibilitem um ATENDIMENTO PERSONALIZADO.

  • FORMA NÚMERO 2
    Utilize as Redes Sociais d
    e forma inteligente e aberta para uma comunicação bilateral.

  • FORMA NÚMERO 3
    Converse com os seus clientes. 
    Entenda o momento, os sentimentos, as emoções e identifique quais são as suas dores, ajudando-os sempre que for possível, mas não pense somente em obter lucros financeiros com essa ajuda!

Conquiste a amizade e construa um relacionamento saudável, assim como estou fazendo com você!

Espero que tenha gostado do conteúdo.

Deixe seu comentário, compartilhe com seus amigos e muito obrigado!

Um grande abraço e até mais.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *